Pub Véio Loco, em Caxias do Sul (RS)

Entrada do Pub Véio Loco, em Caxias. Foto: Kelly Pelisser

O Pub Véio Loco inaugurou neste fim de semana, em Caxias do Sul (RS). O espaço é um  brewpub, ou seja, é o lugar onde a cerveja é fabricada e também é um bar. Fica no bairro Santa Catarina, nas proximidades do Ginásio Enxutão (na região da Casa de Pedra). Logo na chegada, o impacto positivo é por conta do pátio externo. Ele fica num nível mais baixo da rua, então, uma plataforma na entrada permite fotos lindas lá de cima com o bar ao fundo. Essa área externa tem mesas grandes, que podem ser compartilhadas, e cadeiras.

Balcão da área interna e mesas foram feitos com maquinário antigo de confecção dos proprietários do bar. Foto: Kelly Pelisser

Na área interna estão mais mesas e o balcão, onde estão as 12 torneiras de cervejas.  Algumas das cervejas artesanais são produzidas ali do ladinho (um vidro permite enxergar os tanques onde é feita a produção), outras são de marcas conhecidas gaúchas. Uma curiosidade do bar é que o balcão e os pés das mesas são feitos com partes do maquinário antigo da confecção dos proprietários. Além de donos do bar, eles têm uma marca de roupas femininas. O bar fica onde antigamente era a produção da confecção. Agora, o negócio de moda está no andar superior do pavilhão onde é o pub.

Pizza de carne de panela com Doritos é uma delicia. Foto: Kelly Pelisser

No cardápio, estão pizzas, vendidas por R$ 35, que vem cortadas em quadradinhos e podem ser consumidas entre amigos (se estiverem com fome, uma pizza para duas pessoas é legal). Eu escolhi uma de carne de panela com Doritos e adorei! A massa é crocante e a cobertura estava muito gostosa! As cervejas podem vir em copos de 300 ml ou 500 ml. Os preços variam de R$ 8 a R$ 17. A casa abre de quarta a domingo e não cobra ingresso para entrada.

Cerveja artesanal é produzida no próprio pub. Foto: Kelly Pelisser

A ideia é fazer shows regulares na casa, especialmente acústicos, mas ainda não foi definido um dia da semana fixo para as apresentações. Então, fiquem de olho nas redes sociais do bar para saber a programação.

Pátio externo do pub é lindo! Foto: Kelly Pelisser

Nessa onda das cervejas artesanais, o Véio Loco é mais uma bela opção em Caxias. O atendimento é feito pela família dos proprietários, muito atenciosos. O pátio, em dias quentes, é um lugar maravilhoso para ficar, super agradável. Vale a pena conhecer essa novidade.

 

Pub Véio Loco

Onde fica: Rua João Antonio Covolan, 313, bairro Santa Catarina (próximo ao Enxutão), em Caxias do Sul, RS

Horários: quartas e quintas, das 18h à meia-noite, sextas e sábados, das 18h à 1h, domingos, das 17h às 21h.

Mais: Facebook do Pub Véio Loco

Anúncios

Salvador Brewing Co. & Tap Room, em Caxias do Sul (RS)

São 10 torneiras de cerveja, vendida em 300ml ou 500ml. Foto: Kelly Pelisser

O Salvador Brewing Co. & Tap Room, novo pub de cerveja em Caxias do Sul (RS), inaugurou há pouco e tem tudo para ser o novo point do fim de dia e noite da cidade (se não dá para dizer que já é). Para começar, o endereço não podia ser melhor: a cervejaria e bar está instalada no complexo chamado A Fabbrica, uma construção em tijolos aparentes de 1942 que abrigou a Vinícola Luiz Michelon. Fica numa ruazinha perto da igreja do bairro Lourdes. Ao chegar e avistar a imponente construção e a chaminé preservada, mais o jogo de luzes, o primeiro impacto já é muito positivo. A Fabbrica será um complexo gastronômico, que deverá ganhar em pouco tempo um sushi e uma pizzaria (o que vai auxiliar a alavancar ainda mais o lugar).

Pedidos são feitos apenas no balcão. Foto: Kelly Pelisser

Para quem não associou o nome ainda, o Salvador é dos guris da Kombi e do caminhão militar com torneiras de cervejas que faziam eventos. A produção de cervejas é própria (todas são feitas na casa literalmente, já que a cervejaria também fica no mesmo complexo, aos fundos do bar – inclusive, paredes de vidro permitem avistar os equipamentos). Como o prédio é dos anos 1940, época da Segunda Guerra Mundial, a decoração remete ao militarismo e às batalhas do conflito mundial. Há mesas numa área externa, mas coberta, e outras internas. Todas as mesas são grandes, para serem compartilhadas, a exemplo do que se vê em bares na Alemanha, Bélgica, Espanha, e outros lugares da Europa. O conceito é muito legal, afinal, assim você acaba sempre puxando papo com as pessoas próximas e conhecendo gente nova. Também é possível sentar em bancadas próximas às paredes ou em parte do balcão do bar. Falando em balcão, os pedidos são feitos apenas ali. Não há garçons. Ah, nem cobrança de ingresso. Você paga apenas o que consumir. Na parte da direita do balcão, são feitos os pedidos de comida. Você recebe um papel com um número que é chamado num display. Então, você retira no mesmo trecho do balcão. No lado esquerdo, são feitos os pedidos de cerveja.

Chaminé preservada do complexo Fabbrica é linda! Foto: Kelly Pelisser

São dez torneiras de cerveja, que variam conforme o dia, mas algumas são as “de guerra” da casa. Os tamanhos são 300ml (com preços entre R$ 10 e R$ 20) e uma pint, 500ml (entre R$ 15 e R$ 22). Há a opção também de levar um growler de casa ou comprar lá para encher e levar (growler é um “garrafão” de cerveja). Há ainda um taster, com quatro copos de 150ml cada, em que você escolhe quatro tipos de cerveja, por R$ 30, para dividir com os amigos ou provar você mesmo várias. Falando em provar, os atendentes são muuuito gente finas, explicam tudinho sobre cerveja, se você não entende, e te dão provas se quiser tirar a dúvida sobre o que pedir. Para comer, tem batata frita (R$ 15), pizzas, com sabores básicos, cortadas em quadradinhos, ideais para dividir com os amigos (R$ 20), ou sanduíche de carne de panela (R$ 20).

Muito amor por esse sanduíche de carne de panela. Foto: Kelly Pelisser

Spoiler: não tem pilsen (por mim, ainda bem. Ahah). A mais fraquinha é uma lager, seguida por uma witbier. Eu provei várias, inclusive, o taster com quatro diferentes. Eu me enamorei muito pela Secret Serie Explosion Apa (nesse dia, era a número 10 das torneiras). Para comer, provei o sanduíche de carne de panela que leva a cerveja Dog Fight Brown Ale na preparação, mais queijo provolone e rúcula. O sanduíche é bem grande e simplesmente sensacional! Um dos melhores sanduíche de carne de panela (que já amo por si só, aquela carne desfiadinha é o máximo) que já provei.

No taster, você pede quatro tipos de cerveja de 150ml cada. Foto: Kelly Pelisser

Junte atendimento super gente fina, comida gostosa, cervejas e um lugar lindo: tem tudo para dar certo, né? Das várias pessoas que encontrei de conhecidas por lá, mais de um comentou: “não parece Caxias” (leia-se como um elogio). Bom, lembra bares da Europa, sim. Mal saí de lá e já fiquei com vontade de voltar para o QG da Salvador. Vida longa ao batalhão da cerveja!

 

Salvador Brewing Co. & Tap Room

Onde fica: Rua Nelson Dimas de Oliveira, 11, bairro Lourdes, Caxias do Sul, RS

Horários: de terça a sexta-feira, das 17h às 23h30min, e sábados, das 14h à 0h30min.

Mais: Facebook

 

Bar do Luizinho, em Caxias do Sul (RS)

Almoço é buffet a quilo de segunda a sábado no Bar do Luizinho. Foto: Kelly Pelisser

Almoço é buffet a quilo de segunda a sábado no Bar do Luizinho. Foto: Kelly Pelisser

Talvez você já tenha ido ao pagode ou roda de samba nas noites de quinta a sábado do Bar do Luizinho, em Caxias do Sul. Mas, saiba que eles também servem almoço, com comida caseira ao quilo, de segunda à sábado. O cardápio varia a cada dia, mas tem saladas, massas e carnes, entre outros itens. O preço é R$ 37,90 ao quilo durante a semana e R$ 41,90 aos sábados.

No dia em que eu fui almoçar lá tinha arroz, e arroz com coco, camarão na moranga, batata frita, frango à milanesa, duas opções de massa, uma com molho vermelho e outra com molho branco. De salada, tomate, pepino, seleta de legumes, essas coisas básicas. A sobremesa é paga à parte e vem já num pratinho. Não tem cardápio fixo, também, mas me disseram que o pudim de Nutella é maravilhoso (mas não tinha no dia que eu fui, então, não provei). A comida é bem gostosa, com cara de caseira mesmo. Só não tem muita coisa para quem está de dieta. Nesse dia em que eu fui, ao menos, tudo tinha molhos ou era frito. O meu prato deu R$ 20,85, mais R$ 5 de um suco com laranja e cenoura (também tem opção de suco verde). No total, paguei R$ 25,85.

No último sábado de cada mês, o almoço é uma feijoada acompanhada de roda de samba. Aí, tem ingresso fixo, de R$ 30 o feminino e R$ 35 o masculino, para comer e ouvir o sambinha. Se a ideia for ir pagodear à noite e aproveitar o happy hour para petiscar, tem ingresso também, normalmente, de R$ 10 o feminino e R$ 20 o masculino, só pelo couvert artístico. No cardápio, dá para escolher itens de boteco, como sanduíches, escondidinhos e bolinho de feijoada. Para beber, cerveja de garrafa, chopp ou caipirinhas (naqueles copos de conserva, acho um charme). De dia ou de noite, são várias as opções do Luizinho.

 

Bar do Luizinho

Onde: Rua Jacob Luchesi, 3074, (em frente à Ceasa), bairro Santa Lúcia Cohab, Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS

Horários: almoço, de segunda a sábado, das 11h às 13h30min, e à noite pagode, nas quintas,  sextas e sábados, das 18h às 2h.

Mais: Facebook

 

 

 

Dolmã Bistrô House, em Caxias do Sul (RS)

Dolmã Bistrô House - Crédito Fernando Dai Prá (3)

Casa onde funciona o bistrô. Foto: Dai Prá, divulgação

Tem mais novidade chegando na área de gastronomia em Caxias do Sul: o Dolmã Bistrô House abre as portas ao público nesta quinta-feira, dia 19. Mas o blog foi lá antes, numa inauguração apenas para convidados, e conta como é o lugar. O bistrô funciona em uma casa na Rua Pinto Bandeira, no bairro São Leopoldo (perto da Rua Sarmento Leite, da Rua Tronca). No andar de cima, fica o restaurante, num clima mais intimista, com lareira. Na parte de baixo, de pedra, um pub. A casa tem um deck para um jardim lindo, que conta, inclusive, com piscina. A ideia dos proprietários é ampliar o deck quando o clima esquentar e também utilizar a piscina para festas sunset no verão.

Dolmã Bistrô House - Crédito Fernando Dai Prá (1)

Andar inferior da casa é o pub. Foto: Fernando Dai Prá, divulgação

A cozinha é autoral, com um pé na culinária italiana (leia-se massas e filés, especialmente). Os cardápios do restaurante e do pub são diferentes. No primeiro, pratos mais requintados e inovações, como um dourado ao molho de açaí com granola e purê de batata e gengibre ou uma costelinha suína marinada em um mix de pimentas com chutney de abacaxi. Na parte de baixo, comidinhas pra beliscar ou para um lanche enquanto bebe algo com os amigos. A ideia do pub é, eventualmente, ter shows acústicos.

Dolmã Bistrô House - Crédito Fernando Dai Prá (1)

Andar superior é o restaurante. Foto: Fernando Dai Prá, divulgação

Os proprietários são dois irmãos, Douglas e Gabriel Andrade, que estreiam agora como empresários do ramo da gastronomia. O projeto arquitetônico é do arquiteto Ricardo Bosi, que privilegiou madeira e cores terrosas. Juntos, os dois ambientes comportam 70 pessoas sentadas e outras 150 em circulação. O menu leva a assinatura do chef caxiense Giovane Pisoni com consultoria de Leandro Veiga. Os valores dos pratos variam de R$ 20 a R$ 80. Na abertura, serviram aos convidados um coquetel, com apenas algumas amostras do que o bistrô oferece: uma saladinha caprese, um bolinho de tapioca com molho de pimenta, filé ao molho da casa e, de sobremesa, mousse de Kinder Ovo. O nome do restaurante, Dolmã, é uma homenagem ao traje usado pelos chefs de cozinha.

Dolmã Bistrô House - Crédito Fernando Dai Prá (1)

Detalhe da escadaria que liga os dois andares da casa. Foto: Fernando Dai Prá, divulgação

 

Dolmã Bistrô House

Onde: Rua Pinto Bandeira, 182, bairro São Leopoldo, Caxias do Sul (RS)

Horário: de terça-feira a sábado, das 19h às 2h, com cozinha em funcionamento até a meia-noite.

Mais: Facebook

 

 

Zero 54, em Caxias do Sul (RS)

Zero 54 em Caxias do Sul

O Zero 54 tem vários ambientes. Foto: Kelly Pelisser

O Zero 54 é realmente um espaço plural na antiga Estação Férrea em Caxias do Sul (RS). Abre de manhã até a madrugada. Dá para tomar café, fazer um lanche, almoçar, jantar e ir pra balada. Ah, também é loja e galeria de arte. Do pessoal do Coletivo Labs, a ideia é justamente ser um pouco de tudo, café, restaurante, pub. Como o nome sugere, o espaço prioriza a produção local. Na loja, há roupas, acessórios, bolsas, móveis e artigos de decoração. A Zero 54 expõe e vende o trabalho de artistas também.

Na cafeteria, há salgados, bolos, café, sucos e cerveja. Entre 11h30min e 14h, entre terça e sexta, tem buffet para o almoço. Custa R$ 19,9 (dá para se servir à vontade) e, nesse preço já vem incluído um suco natural (de polpa). Ah, não esqueça de pegar no caixa, na entrada, uma comanda para almoçar. No dia em que eu fui, tinha sopa de massa com frango, acompanhada de torradas, algumas opções de saladas (tomate, repolho, cenoura, essas básicas), feijão, arroz, batata frita, frango com mostarda, massa, arroz de forno, estrogonofe. De suco, dava para escolher entre abacaxi com hortelã ou tangerina.

Almoço na Zero 54

Esse foi meu almoço. Foto: Kelly Pelisser

À noite, você escolhe um dos itens do cardápio para jantar. Já comi um hambúrguer, estilo gourmet, americano lá, acompanhado de chips. Eles oferecem cervejas artesanais e também algumas importadas (eu escolhi uma Vedett). A comida estava boa, mas, não sei se foi algo específico do dia em que eu fui lá (só jantei uma noite), mas minha única reclamação é que o pedido demorou demais para chegar.

Para quem jantar de quinta a sábado por lá, normalmente, rola uma festinha depois (nesses dias, é cobrado um ingresso a partir de um determinado horário. Aliás, no dia que eu fui jantar, nem fiquei para a festa mesmo, mas me cobraram a entrada porque eu saí depois do horário limite). No Face, eles avisam sobre as festas. Tem dias em que é eletrônico, outros hip hop, outros samba. É variado o repertório.

Loja na Zero 54

Também tem loja e galeria de arte no Zero 54. Foto: Kelly Pelisser

O lugar ficou muito bacana e a proposta é fantástica. Dá para fazer qualquer refeição, usar as mesinhas para trabalhar durante o dia (tem wi-fi) ou curtir uma festinha de noite. Tem reunido várias tribos, mas especialmente quem curte espaços mais alternativos.

 

Zero 54

Onde: Rua Augusto Pestana, 154, na Estação Férrea (no antigo Boteco 13), Caxias do Sul (RS)

Horários: de terça a quarta, das 9h à meia-noite, quinta, das 9h à 1h30min, sexta, das 9h às 2h, e sábado, a partir das 19h até a festa da madrugada acabar.

Mais: Facebook

 

Bombora, de Caxias do Sul (RS)

 

espetinhos bombora caxias

Espetinhos de coração com farofa, xixo de alcatra e linguiça e provolone. (Ah, a foto não ficou muito boa porque a luz não ajuda muito). Foto: Kelly Pelisser

O Bombora é uma casa que oferece espetinhos (isso mesmo, a gourmetização do velho espetinho) salgados e doces em Caxias do Sul. Abre às noites, de terça a sábado, com um clima de happy hour, música ambiente e meia luz. Aliás, com a meia luz e o cardápio com letras e fundo escuros é um pouco difícil de ler os itens. Hehe. Mas eu ajudo vocês. A maioria dos espetinhos salgados têm carne, de alcatra, frango, linguiça, coração de galinha, suíno e camarão. Quase todos tem opções de variações como xixo (com cebola e pimentão – mas bem fininhos, não pedaços grandes desses itens) ou com queijo. Para os vegetarianos, tem de batata na manteiga com orégano ou de queijo coalho. Há ainda os espetinhos doces, com frutas. Tem ainda pão de alho no espetinho.

Cada espetinho é individual. Mas, se você estiver com fome, vai precisar de uns três ou quatro, porque não são muito grandes. Custam de R$ 5,5 a R$ 18 (esse mais caro é o de camarão). Os de carne estão em média entre R$ 7 e R$ 9.

Para quem não quer encarar o espetinho, tem saladas e petiscos como batata frita, polenta frita, aipim frito, bolinho de bacalhau, pastéis de siri e anéis de cebola. Também há algumas sobremesas que são servidas em pratos, como petit gateau. A carta de bebidas alcoólicas é ampla, de cervejas a gim, whisky, caipira, cachaça e vodka.

Provei um pão de alho no espeto, um espetinho de coração de frango com farofa, um de xixo de alcatra e um de linguiça com provolone. Todos bons, especialmente o de coração e o pão de alho. Só demora um pouco para chegar o pedido, mesmo se você pedir um espetinho só. Aliás, eu pedi os três de carne em conjunto. Até que terminei de comer, alguns dos itens já estavam meio frios. Então, talvez seja melhor ir pedindo aos poucos. Ou vá dividindo com os amigos, ao invés de pedirem itens individuais. Ah, e o suco de laranja não é natural (não sei se vocês são chatos para o suco como eu. Hehe).

 

 

Bombora Bar e Restaurante

Onde: Rua Feijó Júnior, 1112, (na parte da Feijó perto da Estação Férrea), Caxias do Sul (RS)

Horários: de terça a sexta, das 18h30min à 0h, e aos sábados, das 19h30min à 0h.

Mais: Facebook

 

La Birra Brew Pub, em Caxias do Sul (RS)

Cerveja

Dá para pedir as cervejas por nome, tipo ou número. Foto: Kelly Pelisser

O La Birra Brew Pub é essencialmente um pub de cervejas artesanais da região de Caxias do Sul. São 10 torneiras com cervejas de tipos diversos, que variam conforme o dia. Há opção de escolher copos de 300ml ou 500ml. Os preços variam de R$ 8 a R$ 15. Não é cobrada entrada na casa. Aliás, funciona literalmente numa casa, com mesinhas dentro, numa garagem e num deck do lado de fora (coberto e fechado agora para o friozinho). Mais perto do fim de semana, lota.

hamburguer e petit gateau

Para comer, tem esse hambúrguer (é bom). De sobremesa, tem petit gateau. Foto: Kelly Pelisser

Para comer, não tem muita opção. Tem petiscos, para acompanhar a cerveja, batata frita, polenta frita, queijo frito e amendoim, que variam de R$ 3 a R$ 15. De mais sustância mesmo, só um hambúrguer, com pão cervejinha, carne, ovo, cheddar e bacon, por R$ 12. Experimentei e é bom. As batatas fritas também, bem crocantes. De sobremesa, tem petit gateau, por R$ 15. Ah, se você não gostar de cerveja, tem água, refrigerante, suco de lata ou caipira.  O ambiente é tranquilo, de bar, a maioria das pessoas vai de jeans e camiseta mesmo.

 

 

La Birra Brew Pub

Onde: Rua Dom José Barea, 1410, quase esquina com a Rua 13 de Maio, Caxias do Sul (RS)

Horário:  de terças a quintas, das 18h até meia-noite, às sextas e sábados, das 18h à 1h.

Mais: Facebook