Carême Café, em Caxias do Sul (RS)

Éclair de chocolate belga. Foto: Kelly Pelisser

Estou muito in love com a querideza desse novo lugar em Caxias do Sul: o Carême Café, que acabou de abrir na região da Estação Férrea. A decoração é linda, com cadeiras vitorianas e antiguidades (que são de um antiquário e estão à venda). Cada detalhe é um amor só: da louça aos talheres. A pegada é de pâtisserie e a estrela principal é o éclair, aquela massinha comprida francesa com recheio. Mas há também sanduíches feitos com baguetes, brusquetas, creme brulée, entre outras opções. O nome da casa é uma homenagem a Marie-Antoine Carême, chef que serviu príncipes, czares e até mesmo Napoleão. Muitos afirmam que ele foi o criador do éclair.

Olha a querideza da decoração do Carême. Foto: Kelly Pelisser

Você senta e faz o pedido nas mesas, mas antes pode ir babar no balcão (ahahah). Há opções doces de éclair e também salgadas, como de caramelo salgado com mascarpone (fiquei curiosa para provar). Cada éclair custa R$ 10,80. A lista de cafés é grandinha, incluindo alguns com métodos de extração diferentes.

Cappuccino italiano e água. Foto: Kelly Pelisser

Eu pedi um éclair de baunilha, outro de chocolate belga 70%, acompanhados de um cappuccino italiano. Eu me apaixonei de cara pela apresentação, pela xícara e pelo jarro de água e copo. Tudo muito amado. Como se não bastasse a delicadeza nos detalhes, ao fundo da embalagem do éclair, tem uma frase bonitinha: “Que o seu dia seja tão prazeroso quanto.” O atendimento também é super cordial. Dos dois éclair mais o café, deu R$ 28,60.

E esses detalhes da xícara e talheres? Foto: Kelly Pelisser

Fiquei com muita vontade de voltar mais vezes para provar éclair salgados e também já estou de olho nas baguetes. Ahah. O lugar é super agradável para um daqueles cafés sem hora para sair de lá.

Éclair de baunilha. Foto: Kelly Pelisser

 

Carême Café

Onde fica: Rua Coronel Flores, 750 – sala 1, na região da antiga Estação Férrea, bairro São Pelegrino, Caxias do Sul, RS

Horários: de segunda a sexta-feira, das 13h às 20h, e aos sábados, das 9h às 17h.

Mais: Facebook

 

Anúncios

Pane & Salute Padaria e Café, em Caxias do Sul (RS)

Pastel de bacalhau na Pane & Salute Padaria e Café. Foto: Kelly Pelisser

A Pane & Salute Padaria e Café abriu faz pouco em Caxias do Sul. Sim, é a mesma padaria da Rua Garibaldi (que continua atendendo), mas agora tem também um café, com mesinhas para comer lá na Avenida Julio de Castilhos. Para quem não conhece, eles são especializados em pães artesanais, com fermentação natural – o resgate da panificação tradicional. Contam com várias opções, como pães integrais, baguetes e um pão exclusivo da casa chamado choconocci (com cacau, castanha do Pará, gotas de chocolate e mel), entre outras coisinhas deliciosas.

Na unidade da Julio de Castilhos, dá para comprar pães para levar para casa também, além de provar o cardápio do café, que fica ao lado do espaço da padaria. Dá para experimentar pão na chapa com queijo, tartines (que são torradinhas com várias opções de cobertura), além de doces, como brownie com sorvete. E atenção: tem também pastel de Belém (que eu amo e é bem difícil de achar em Caxias) e pastel de bacalhau (a mesma vibe que o de Belém mas salgado, óbvio). Se você é fã também de cozinha portuguesa, vai gostar. Para beber, há vários tipos de café, sucos e soda italiana, entre outros.

Tem pastel de Belém lá!!! Foto: Kelly Pelisser

Claro que eu experimentei o pastel de Belém e o pastel de bacalhau. Acompanhados de um suco de maracujá, custaram R$ 18 no total. O ambiente é super agradável, morderninho e clean, e o atendimento é feito por garçons nas mesas. No sábado, é bem lotado. Quero muito voltar para provar os tartines, e o brownie (a louca do brownie). Ahahaha. Aprovado e mais uma opção para um lanche caprichado.

 

Pane & Salute Padaria e Café

Onde fica: Avenida Julio de Castilhos, 976, (em frente ao antigo Clube Recreio Guarany), entre as ruas Andrade Neves e Vereador Mário Pezzi, Caxias do Sul, RS

Horários: de segunda a sábado, das 9h às 20h

Mais: Facebook

 

Reino da Longevidade, em Veranópolis (RS)

Esses são os únicos móveis que não estão à venda, por serem acervo da família. Foto: Kelly Pelisser

Coroa bem na entrada do Reino da Longevidade Foto: Kelly Pelisser

Todos os móveis do café estão à venda. Foto: Kelly Pelisser

Eu adoro roteiros pelo interior, ainda mais quando são genuínos e cercados de histórias. Tive o privilégio de fazer parte do primeiro grupo a conhecer um novo passeio turístico em Veranópolis (RS). O roteiro foi idealizado por um empreendimento jovem e super querido na comunidade de Monte Bérico: o Reino da Longevidade, um café onde todos os móveis (os que decoram o espaço e também as mesas e cadeiras onde sentam os clientes) estão à venda. Tanto os móveis no estilo rústico quanto as opções para comer são feitas pela família Fracasso. O novo passeio, chamado Segredos da Maçã, percorre as comunidades de Monte Bérico e Lajeadinho, onde se plantou o primeiro pé de maçã do Brasil.

Mesas e cadeiras onde clientes sentam no café também estão à venda. Foto: Kelly Pelisser

Amei esses móveis. Foto: Kelly Pelisser

O café Reino da Longevidade foi criado em outubro de 2016. Ele ocupa o térreo de uma casa da família, onde, no passado, funcionava uma fábrica de carrocerias. Atende aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h30min. No cardápio, estão cafés desde o tradicional expresso passando por aqueles incrementados, como irish coffe e chocolate quente com panna, até opções exclusivas, como o Café do Reino, que leva xarope de menta, e o Café da Longevidade, com calda de morango. Os preços variam de R$ 4,50 a R$ 9,50. Das comidinhas, tem várias opções bem locais: sanduíche colonial com salame ou copa, bolos, pão com geleia, palha italiana, torta tirolesa, torta de maçã, e roseta (massa de grostoli com recheio de creme). Os preços desses itens variam de R$ 4 a R$ 7,50. O café por si é um encanto só. Na entrada, há uma coroa e uma tiara com um trono, onde as crianças adoram brincar. Logo passando a porta, estão os únicos itens que não são estão à venda: uma prateleira que guarda itens antigos da família e uma cômoda que era da avó dos proprietários. O restante dos móveis, que tem um toque antiguinho lindo e são peças únicas, tem etiquetas de preço, inclusive a mesa e a cadeira onde você sentar para comer. Assim que são vendidas, as peças vão sendo substituídas.

No café também estão à venda lembranças como jogos da velha e resta um em madeira. Foto: Kelly Pelisser

A ideia da criação do espaço é da relações públicas Letícia Fracasso, que administra o Reino da Longevidade junto com o marido, Júnior. Os móveis são da fábrica dos irmãos da Letícia, o Marcelo e o Gustavo (há mais de 20 anos, eles trabalham com isso). Os dois irmãos da Letícia também são os motoristas e guias do novo passeio. Os visitantes são levados em carros que já eram de propriedade da família, apaixonada por carros antigos, um Jeep e uma Rural 1959. Uma segunda Rural está sendo preparada para se juntar ao empreendimento.

Veículos que levam ao passeio. Foto: Kelly Pelisser

Primeira parada: igreja de Monte Bérico. Foto: Kelly Pelisser

O passeio será feito apenas por agendamento e dura pouco mais de duas horas. A atividade começa e termina no próprio café e tem outros quatro pontos de parada oficial, mas também é possível pedir para parar pelo caminho para fazer fotos ou observar melhor a paisagem. Os guias vão explicando um pouco da história das comunidades por onde os veículos passam. A primeira parada é a igreja da comunidade de Monte Bérico. Depois, segue para a igreja da comunidade de Lajeadinho, onde há um busto do agricultor José Bin que, em 1935, comprou uma maçã importada da Califórnia, nos Estados Unidos, num mercado de Veranópolis e resolveu plantar as sementes na sua propriedade, dando início ao cultivo de maçãs no Brasil. A próxima parada é justamente na casa onde Bin morava. Na mesma propriedade, que pertence a descendentes do agricultor, o carro segue mais um trecho à frente para, então, os participantes do passeio abandonarem os veículos e seguirem a pé por um potreiro, por cerca de 330 metros, até um mirante onde se avista o Rio das Antas e a ponte dos arcos que divide Veranópolis e Bento Gonçalves. Realmente, a paisagem é linda e de um ângulo totalmente novo para mim da ponte símbolo da região.  De volta ao carro, o passeio continua na Vinícola Simonetto, para ouvir as histórias do proprietário e provar os excelentes vinhos do lugar. Por fim, a aventura termina no Reino da Longevidade, onde o visitante tem uma prova de alguns dos produtos do café, pão com queijo e salame, palha italiana, torta tirolesa e torta de maçã, acompanhados de um café simples à escolha ou de chá de maçã. Eu provei o cappuccino e o chá de maçã. Tudo muito gostoso, assim como as tortas (me apaixonei pela palha italiana).

Segunda parada: igreja de Lajeadinho e busto de José Bin, o primeiro a plantar maçãs no Brasil. Foto: Kelly Pelisser

A casa onde morou José Bin. Foto: Kelly Pelisser

A atividade ocorre nos mesmo dias de funcionamento do café, sábados, domingos e feriados. É possível levar de duas a oito pessoas. Os preços variam de R$ 100 a R$ 120, conforme o número de participantes. Nesse valor, já está incluída a degustação na vinícola e também o prato de degustação com uma bebida no café ao final. É legal lembrar de levar repelente e protetor solar, já que é feita uma caminhada no campo. Para reservar, é possível entrar em contato pelo telefone (54) 3441.0029 ou pelo e-mail contato@reinodalongevidade.com.br.

Tanto o café quanto o passeio valem demais a pena. Eu fiquei muito encantada e com vontade de voltar.

Vinhos para degustação na Vinícola Simonetto. Foto: Kelly Pelisser

Visitantes provam produtos do Reino da Longevidade ao final do passeio. Foto: Kelly Pelisser

Vista da ponte do Rio das Antas a partir de mirante na propriedade da família Marin. Foto: Kelly Pelisser

 

Reino da Longevidade

Onde fica: Rua Guerino Cosmo Rigon, 465, comunidade de Monte Bérico, Veranópolis, RS

Horários: sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h30min

Mais: site e Facebook

 

 

Padaria Forqueta, em Caxias do Sul (RS)

Pratinho de biscoitos e café preto para o lanche da tarde na Padaria Forqueta. Foto: Kelly Pelisser

Forqueta é um bairro super querido de Caxias do Sul (RS), que até por ficar mais afastado do Centro, tem uma carinha de interior. O centrinho é uma graça, com a praça, a igreja matriz e a Cooperativa Vinícola Forqueta ao lado. E nessa rua principal, praticamente em frente à praça, fica um achado maravilhoso para um café da tarde, a Padaria Forqueta. É daquelas clássicas mesmo, com pães, doces, salgados tradicionais.

Tem pizzas caseiras, de forma, quadradas, para pegar em pedaços, bolos (também em porções), cucas de chocolate e com outros recheios, rondellis de queijo e calabresa, mini-cachorrinhos, brownies, pão de queijo. Enfim, dá para pegar para levar para casa, mas também tem umas mesinhas para comer lá.

Aqui, eu vou falar do que considerei o máximo dessa padaria: eles produzem vários biscoitinhos para comprar por quilo. Se você quiser, pode pegar só um ou dois de cada e montar um pratinho para tomar café lá, numa das mesinhas! Foi o que eu fiz! Uma taça de café preto (que sai por R$ 3,50) e mais um pratinho de biscoitos caseirinhos variados num pratinho! Uma delícia! E, se tiver em dúvida de qual escolher, eles deixam você provar. Tem dedos de chocolates (com doce de leite dentro), biscoitos de nega maluca, cookies com cobertura de chocolate meio amargo, trouxinhas com goiabada, amanteigados, é um perdição! Os preços variam conforme o tipo de biscoito, mas fazendo um pratinho, mais o café, paguei menos de R$ 10. E dá vontade de voltar todas as tardes lá para tomar café com biscoito! Padaria com gosto de infância, de casa de vó. Vale demais a visita. ❤

 

Padaria Forqueta

Onde fica: Avenida Luiz Franciosi Sério, 471 (perto da praça central de Forqueta), bairro Forqueta, Caxias do Sul, RS

Horários: de segunda a sábado, das 7h30min ao meio-dia e das 13h às 19h30min.

Mais: Facebook

 

Insieme Caffe, em Flores da Cunha (RS)

Adorei esse papel de parede com pontos turísticos da Itália, inspiração do café. Foto: Kelly Pelisser

O Insieme Caffe é um lugar super querido em Flores da Cunha (RS) e muito fácil de encontrar: fica bem no centrão mesmo, na esquina da igreja matriz da cidade, de frente para a praça. A ideia é levar um pouco da Itália para lá, país onde os proprietários já moraram. O cardápio é escrito em italiano (com a tradução também, tá) e tem itens típicos, como piadinas e paninis. Também tem gelatos, waffles, cafés, sopas em cremes (inclusive no pão), biscoitinhos e docinhos queridos (tipo uma crostata de chocolate com amendoim), entre outros itens.

A ambientação é um clean-chique, com destaque para um papel de parede com representações de alguns pontos turísticos famosos da Itália. As piadinas são espécies de sanduíches com uma massinha fina, e custam na faixa dos R$ 20. Tem sorvete de forno com morangos por R$ 15. E uma opção fofa com biscoitinhos e chá numa xícara daquelas de vovó por R$ 10. Os cremes no pão custam de R$ 30 a R$ 32 e são de moranga, mandioquinha ou queijo.

Suco de morango e laranja, dividido em cores. Foto: Kelly Pelisser

Como o dia estava bem quente, escolhi um suco de laranja com morango, que custa R$ 5. Achei legal que ele vem dividido em cores no copo. Eles fazem os sucos separados. Fica bonito o efeito visual. E pedi também um waffle com gelato, calda de frutas vermelhas, morango e chantilly. Esse custa R$ 12. Dá para escolher o sabor do sorvete. Eu peguei de dark chocolate, porque é o que eu mais amo! Demorou uns 15 minutos para fazer. O sorvete e a calda vem em cima do waffle e os morangos, picados, e o chantilly ficam ao lado. Então, você mesmo vai provando os sabores separados ou juntos. O sorvete é bem do jeito que eu gosto. Do suco e do waffle paguei R$ 17 e fiquei com vontade de voltar para conhecer as outras opções do cardápio desse lugar gracinha.

Waffle com gelato, calda de frutas vermelhas, morangos e chantilly. Foto: Kelly Pelisser

 

Insieme Caffe

Onde fica: Avenida 25 de Julho, 1503 (na esquina da igreja, na praça central), Flores Da Cunha, RS

Horários: de terça a quinta, das 11h30min às 21h, nas sextas e sábados, das 11h30min às 22h, e domingos, das 14h30min às 21h.

Mais: Facebook

 

Empório e Cafeteria Bonapetí, em Flores da Cunha (RS)

Taça Brownie Morangos ao Ninho. Foto: Kelly Pelisser

Fui conhecer o Empório e Cafeteria Bonapetí, em Flores da Cunha (RS). É um espaço super querido, dividido em duas partes. Num lado, fica um empório, com itens para comprar e levar para casa, como massas, biscoitos, chocolates e um balcão de padaria, com tortas e macarons, entre outras delícias. Na parte ao lado, fico o café, que serve um cardápio variado, com destaque para taças de sorvete decoradas.

Esse é o Brownie Sensação, com morangos e Nutella (não provei, só fiz a foto! Que pena!). Foto: Kelly Pelisser

A cafeteria conta com um mezanino, e, na parte baixa tem uma mesa central com cadeiras em forma de pipa. O cardápio conta com sanduíches, tapiocas, crepiocas, crepes, brownies, petit e grand gateau, além das taças decoradas e cafés especiais. Logo, logo, provavelmente a partir de outubro, essa listinha de itens vai mudar. Mas várias das novidades já estão sendo servidas. É só perguntar no balcão ou dar uma olhada nas fotos que ficam passando em formato de slides numa TV no canto. O cardápio ganhará novas taças de sorvete, mais incrementadas, e waffles com cobertura e sorvete. Os brownies também vão mudar um pouco.

Olha que amor essas cadeiras. Foto: Kelly Pelisser

Eu escolhi uma das novidades do cardápio, a Taça Brownie Morangos ao Ninho. É uma taça com sorvete de creme, pedacinhos de brownie cortados, ganache branco com Ninho e morangos. Ela é de um tamanho ótimo para uma pessoa só. E os itens são escolhidos para não ficar muito enjoativo (na medida certa para sentir todos os ingredientes da mistura). Eu paguei R$ 19,90 da taça. Com pedacinhos de brownie, também tem taça com paçoca (ai, que dúvida cruel foi escolher) e com brigadeiro Kinder. A taça Carmelle é linda, com um waffle e Amanditas para enfeitar (e essa é um pouco maiorzinha do que a que eu escolhi). Os waffles do cardápio também estão com uma cara ótima! Fiquei com vontade de voltar para provar mais coisas!

E que querida a decoração do café. Foto: Kelly Pelisser

Empório e Cafeteria Bonapetí

Onde fica: Rua Professora Maria Dal Conte, 2670, Centro, Flores da Cunha, RS

Horários: de segunda a sexta, das 8h30min às 19h30min, e sábados, das 8h30min às 19h.

Mais: Facebook

 

Sweez Café, de Caxias do Sul, abre à noite e tem crepes no cardápio

Crepe La Poulet, que vem com blend de queijos, frango defumado com ervas frescas, ovo Miroir e cogumelos de Paris salteados. Foto: Kelly Pelisser

Eu já falei diversas vezes aqui no blog que eu a Sweez Café é uma das minhas confeitarias preferidas em Caxias do Sul (RS). Tudo é artesanal, livre de aromatizantes e químicos, super bonitinho de olhar e muito gostosinho de comer. O ambiente também é lindo, descontraído e ainda pet friendly (sim, aceitam bichinhos de estimação). Pois a Sweez está com duas super novidades: agora fica aberta até mais tarde e também conta com crepes franceses doces e salgados! É muito amor, né? O atendimento é de segunda à quarta, das 14h às 22h, nas quintas e sextas, das 15h às 23h, e sábados, das 13h às 23h. Ou seja, dá tranquilo, pra sair do trabalho e jogar conversa fora com os amigos, jantar, e tudo mais.

Além dos doces e salgados, mais os sanduíches, a Sweez investiu forte em cafés especiais nos últimos tempos. Agora, ampliou também a carta de vinhos e de cervejas artesanais. Ah, tem pra vender itens para levar para casa, de copos a pó de café. E o cardápio noturno foi reforçado com os crepes. A novidade está disponível a partir das 17h. São 10 opções doces, desde com canela e mel, passando por chocolate branco belga e nozes, mais brigadeiro de chocolate belga, ou morango, banana, amêndoas filetadas e Nutella (ai, meu Deus!) e chocolate branco belga e paçoca (gente, eu preciso provar esse! Amooo paçoca!). Esses custam entre R$ 9,50 e R$ 18,50. Os salgados podem servir de refeições completas. São 12 opções. Para começar, a massa é feita com farinha de trigo sarraceno, que é mais saudável e não tem glúten. Para quem não curtir tanto massas integrais, tem outra opção com 30% de trigo sarraceno. Vários dos crepes levam blend de queijo, que é feito com queijo gruyére, samsoe e mozzarella. E alguns deles tem ovo Miror, que é um ovo molinho. Vou citar alguns dos sabores: La Dijonnaise (queijo mozzarella, filé mignon ao molho de mostarda Dijon), L’Parisiene (blend de queijos, cogumelos Paris e ovo Miroir), La Végétarienne (ricota de ovelha temperada com ervas frescas, espinafre fresco, mel e nozes), La Prosciuto (blend de queijos, presunto de Parma, tomate cereja e rúcula). Tudo dá água na boca, né? Esses salgados vem acompanhados de uma salada de folhas e tomate cereja, com molho de mostarda e mel. Os preços dos crepes salgados variam de R$ 16 a R$ 34.

Eu fui lá conferir à noite, porque estava querendo jantar, mas algo mais levinho. Escolhi o crepe La Poulet, que vem com blend de queijos, frango defumado com ervas frescas, ovo Miroir e cogumelos de Paris salteados. Ah, com a massa 100% de trigo sarraceno, sem glúten e sem lactose. O preço desse é R$ 32. Vem com a saladinha junto. A massa é bem gostosinha e fina. Não lembra em nada aquelas coisas integrais sem gosto. O recheio é uma explosão de sabores. E adorei o tempero da salada. Uma experiência super agradável para o jantar.

Esse aí é o Plaisir, com chocolate e baunilha natural e gemada caramelizada. Foto: Kelly Pelisser

Para arrematar, peguei um docinho, que também é novidade. O nome dele é Plaisir, que significa prazer em francês, mas também é o nome da cidade onde os confeiteiros chefs da Sweez moraram na França. O docinho é de chocolate e baunilha natural. Vem com biscuit de amêndoas, mousse de chocolate 70%, mousse de baunilha do Taiti e, por cima, gemada caramelizada. Fica super delicado, e com um sabor equilibrado. Custa R$ 9,90.

Amei todas as novidades e vou ter que voltar várias vezes para provar os crepes que eu fiquei namorando (e super indecisa na hora de pedir). Bom é que agora fica aberto até mais tarde.

 

Sweez Café

Onde fica: Rua Coronel Flores, 749 – sala 3, na antiga Estação Férrea, bairro São Pelegrino, Caxias do Sul, RS

Horários: de segunda à quarta, das 14h às 22h, nas quintas e sextas, das 15h às 23h, e sábados, das 13h às 23h.

Mais: site e Facebook