Le Coq Bistrô, em Caxias do Sul (RS)

Salada de folhas e figos de entrada. Foto: Kelly Pelisser

Fui almoçar no Le Coq Bistrô, em Caxias do Sul (RS), para conhecer a proposta da casa ao meio-dia: almoço executivo mas com pratos de chef. E o melhor é o preço: de terça a sexta, custa só R$ 24. No sábado, há um cardápio mais elaborado, com entrada, prato principal e sobremesa, por R$ 45. Já nas noites, também de terça a sábado, é oferecido jantar com menu completo.

Nhoque de queijo serrano, com pesto, filé e cogumelos. Foto: Kelly Pelisser

A casa é comandada pelo chef Alex Szigethy, ex-sócio do Bistrô São Lourenzo (aliás, fica no mesmo lugar). Para o almoço, cada dia tem um prato diferente divulgado nas redes sociais do lugar. De entrada, vem uma saladinha. Claro, o chef também pode surpreender você com outras criações. Foi o que aconteceu no meu caso. O prato anunciado do dia era uma massa, mas ele me serviu um nhoque recheado com queijo serrano, molho pesto, filé e cogumelos. Antes, de entrada, chegou uma salada com folhas e figos (eu amo figos!). O prato de nhoque estava maravilhoso! Para quem está acostumado a almoçar em buffets a quilo, comer lá ao meio-dia evoca diferentes sensações. É um respiro em meio a um dia agitado, com certeza. E o melhor de tudo: provar as criações de um chef a um precinho camarada. Com o prato por R$ 24 mais uma água mineral, minha conta deu R$ 29. Um lugar para voltar mais vezes, com certeza!

 

 

Le Coq Bistrô

Onde fica: Rua Luiz Antunes, 205 (quase em frente ao Centro de Cultura Ordovás), bairro Panazzolo, Caxias do Sul (RS)

Horários: de terça a sábado, das 11h30min às 14h, e das 19h às 23h

Mais: Facebook do Le Coq Bistrô

Anúncios

Noite Mexicana no Café com Arte Bistrô, em Bento Gonçalves (RS)

Tudo começa com essa margarita. Foto: Kelly Pelisser

Fui convidada a ser cobaia do cardápio da Noite Mexicana que o Café com Arte Bistrô, de Bento Gonçalves (RS), vai fazer no dia 16 de setembro, sábado agora. Provei todos os pratos em primeira mão e posso dizer: estão aprovadíssimos! A ideia é uma sequência de cinco iguarias mexicanas super tradicionais, mais bebidinha de entrada e sobremesa no fim, tudo servido à vontade na mesa. O grande diferencial é que os ingredientes foram trazidos diretamente do México, em uma viagem feita pelos proprietários que pesquisaram a alta gastronomia, o dia a dia e a comida de rua por lá. A função no restaurante em Bento começa às 19h de sábado e é apenas sob reserva.

Nachos com molho de cheddar e guacamole. Foto: Kelly Pelisser

Tacos. Foto: Kelly Pelisser

Para quem não conhece o bistrô, ele funciona numa casa super colorida e querida, decorada com itens de viagens no bairro São Francisco. O restaurante abre para almoço com pratos executivos com um toque de requinte e para jantar, com cardápio que inclui burguers, sopas, risotos, cremes e massas, sempre de terça a sábado.

Hola, burrito. Foto: Kelly Pelisser

Quesadillas, suas lindas. Foto: Kelly Pelisser

Quem chegar na Noite Mexicana nesse sábado vai ser recepcionado com um um welcome drink de margarita, com salzinho no copo e tudo más. De entrada, chegam nachos artesanais guarnecidos de molho cheddar e a indefectível guacamole. Na sequência, já vem os tacos acompanhados de sour cream (que é aquele creme azedinho) e pico de gallo (aquele quase “vinagrete” mexicano). O próximo prato são burritos tradicionais. Aí vem as quesadillas de frango ao barbecue (adorei essas). E para finalizar os pratos salgados, chilli mexicano acompanhado de tortillas. Mas isso não é tudo: a estrela da noite é a sobremesa, churros com doce de leite. Tudo bem com sabor de México. Super gostosinho. A pimenta é quase imperceptível nos primeiros pratos e vai ganhando um pouco de força quando o menu vai crescendo, mas nada que assuste.

Chilli e tortillas. Aí, a pimenta já aumentou. Foto: Kelly Pelisser

O valor dessa experiência toda é R$ 65 por pessoa livre (sim, dá para repetir o que você quiser). Nesse preço, só vem o welcome drink. Outras bebidas são pagas à parte e a casa não cobra 10% de taxa de serviço. O jantar mexicano será apenas sob reserva, que pode ser feita pelo telefone (54) 2621.5302 ou pelo Facebook. Mais detalhes estão no evento na página do Face do bistrô.

Um amor chamado churros com doce de leite. Foto: Kelly Pelisser

 

Café com Arte Bistrô

Onde fica: Rua Marques de Souza, 354, Bento Gonçalves, RS

Horários: de terça a sábado, das 11h30min às 13h30min e das 19h às 23h

Mais: Facebook

 

Dolmã Bistrô House, em Caxias do Sul (RS)

Filé Duxelles acompanhado de risoto. Foto: Kelly Pelisser

O Dolmã Bistrô House funciona numa casa em Caxias do Sul (RS) em que o primeiro andar tem um restaurante, que atende de terças a sábado no jantar, e a parte de baixo é um bar, com cardápio de aperitivos e lanches, e onde rola um pagode ao vivo nas quintas e domingos. Eu que não sou boba nem nada, fui conhecer o restaurante numa quinta, para já esticar para o pagode (quem janta na casa não paga o ingresso da festa).

O restaurante serve risotos, massas e filés, numa mistura do regional com o internacional. É bom consultar nas redes sociais se ele estará aberto quando você quiser ir, porque o Dolmã também faz eventos privados, então, pode ser que em algum dia (especialmente em sábados), esteja fechado para uma formatura, por exemplo. É interessante reservar seu lugar para o jantar, o que pode ser feito pelas redes sociais mesmo. Ah, e bom saber: o pagode começa cedo. Nas quintas, a casa já recebe gente para a festa às 20h, mas o show mesmo começa às 22h e vai até meia-noite. Nos domingos (o restaurante está fechado nesse dia), a casa abre às 18h e o show começa ali por 19h30min e vai até umas 22h.  Já nas terças, eles têm um projeto chamado Terça da Comédia Dolmã, com apresentações de stand up comedy.

Sobremesa Dolce é la Vita. Foto: Kelly Pelisser

No cardápio do restaurante estão entradinhas (como dados de tapioca e pães), saladas, risotos (de maçã verde e gorgonzola, parmigiano, de legumes, caprese, quatro queijos e iscas de filé) e massas (carbonara, tortéi ao molho thai, espaghetti al mare ou caprese). Todos esses pratos custam na faixa de R$ 30 a R$ 38 por pessoa. Também dá para pedir um filé para acompanhar, de frango, mignon ou de salmão (de R$ 16 a R$ 19). Nesse friozinho, tem sopa no pão, de agnoline ou de quatro queijos. Há também combos, com uma carne e um acompanhamento. Entre as opções, tem entrecot e filé Wellington. Um dos mais populares do combo é o Salmão à Moda do Chef (salmão com shimeji na manteiga e shoyo, acompanhado de tortei ao molho thai – levemente picante). Esse sai por R$ 99 para duas pessoas.

Eu escolhi um dos combos, um Filé Duxelles. É um filé com cogumelos frescos, acompanhado de risoto de maçã verde e gorgonzola. O que serve uma pessoa custa R$ 69 e o para duas pessoas sai por R$ 109. O prato veio rapidinho e estava maravilhoso. Adorei o filé com cogumelos!

Escolhi depois uma sobremesa. As opções são um semifredo de abacaxi com açaí e granola, Mousse Kinder, strudel, Gran Gateau ou Dolce é La Vita (massa folhada com Ntella e marshmallows com gelato de limão). Escolhi essa última. Tem um toque divertido e o sorvete é bem do jeito que eu gosto. As sobremesas saem por R$ 19, menos o Gran Gateau, que custa R$ 28.

Andar inferior da casa tem um pagodinho super animado nas quintas e domingos. Foto: Kelly Pelisser

Desci para o andar inferior da casa a tempo do pagodinho, que começa às 22h. É bem animado e concorrido (e diz que no domingo lota ainda mais). A casa tem um deck ao ar livre na altura desse andar, onde dá para pegar um ar e admirar a lua ou fumar (o espaço é totalmente aberto). Nesse andar, o cardápio tem, além de drinks e bebidas, petiscos, hambúrgueres e pizzas. O lugar conta com algumas mesinhas. O pagode é super animado e dá para dançar (tem casais dançando a dois inclusive). A banda toca sucessos desse estilo, mas também alguns clássicos do pop e da MPB ou hits do momento adaptados. Foi uma noite muito divertida e com comida boa. Recomendo a visita. Quero voltar mais vezes nas quintas para jantar e já esticar a noite.

 

Dolmã Bistrô House

Onde fica: Rua Pinto bandeira, 182, Caxias do Sul, RS

Horários: restaurante e bar, de terças a sábados, das 19h à meia-noite (consultar porque, em dias de eventos privados, está fechado). Balada com pagode, nas quintas (show começa às 22h) e domingos (show começa às 19h30min, mas a casa abre às 18h).

Mais: site e Facebook

 

 

Novidades da Horta da Nonna: franquias, segunda unidade em Caxias do Sul e e-commerce

Bistrô serve lanches e almoços. Foto: Kelly Pelisser

Bistrô serve lanches e almoços. Foto: Kelly Pelisser

Eu já fiz um post contando sobre como é o bistrô da Horta da Nonna, um armazém com frutas, legumes e outros produtos orgânicos, além de ter um café lindo onde são servidas comidinhas saudáveis e almoço (aliás, semana que vem, conto em detalhes como é almoçar lá), no bairro Pio X, em Caxias do Sul, mas eles apresentaram hoje uma série de novidades para 2017. A Horta vai ganhar uma segunda unidade, ainda no primeiro semestre do próximo ano, em Caxias do Sul, num endereço a ser definido, mas na região dos bairros Lourdes e Exposição, dos mesmos proprietários. Ao mesmo tempo, também está lançando um sistema de franquias. A ideia é expandir a marca para outras cidades da Serra, Hortênsias e região Metropolitana de Porto Alegre, principalmente. Ainda não está definida onde será a primeira franquia, mas já há negociações com interessados em Bento Gonçalves, São Leopoldo e Passo Fundo.

Pão integral na Horta da Nonna, em Caxias do Sul

Empório oferece produtos orgânicos, naturais e integrais (como esse pão). Foto: Kelly Pelisser

Segundo eles e o consultor Gilmar Gianni, que deu todo o aporte para a organização do franchising, a Horta será a primeira franquia de bistrô e armazém de orgânicos do Brasil. São duas modalidades para o franqueado escolher. Uma apenas com o armazém, que tem a taxa de franquia de R$ 50 mil, mais taxa de royalties de 4% sobre o faturamento bruto mensal mais taxa de marketing de 1% do faturamento bruto mensal e previsão de investimento de R$ 150 mil. A outra engloba armazém e bistrô, como está configurada a unidade caxiense atualmente, com taxa de franquia de R$ 65 mil, mesmos percentuais de royalties e marketing ao mês do primeiro modelo, e previsão de investimento de R$ 250 mil. A estimativa é que o retorno venha entre dois a três anos. A franquia é formatada para cidades com mais de 80 mil habitantes, mas há projeção de um outro modelo no futuro de mini-franquias, para localidades menores.

Além da segunda loja em Caxias, a marca também irá lançar um e-commerce nos primeiros meses de 2017 para compra de produtos pela internet. A expectativa da Horta é ter oito unidades até o fim do próximo ano. A aposta se deve ao mercado de orgânicos, que não para de crescer no país, já que cada vez mais pessoas se conscientizam sobre a importância de consumir alimentos livres de agrotóxicos para manter a saúde em dia.

A história da Horta da Nonna começou em 2000, quando a agricultura Marisa Tonetta investiu na produção de orgânicos, após ter problemas de saúde. Em 2008, abriu um pequeno ponto de venda em Caxias. No ano de 2015, já com a filha dela, Camila Erlo, e o genro, Diogo Relosi, à frente do negócio, o espaço foi remodelado e ganhou o bistrô. Camila e Diogo contam que procuram nos franqueados, pessoas que acreditem na causa, já que muito mais do que um negócio, a Horta da Nonna vende uma proposta de estilo de vida, que convida a ser mais saudável e integrado à natureza.

 

Horta da Nonna

Onde: Rua Marechal Floriano, 64, (esquina com a Rua São José) Pio X, Caxias do Sul (RS)

Horários: de segunda a sexta, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 18h.

Mais: site e Facebook