Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis (RS)

Vila alemã no Parque Aldeia do Imigrante. Foto: Kelly Pelisser

Eu já conhecia, mas retornei agora ao Parque Aldeia do Imigrante, de Nova Petrópolis (RS). O lugar é lindo! Uma área verde enorme, bem no centro da cidade, com diversas atrações ligadas à cultura alemã. O parque foi concedido à iniciativa privada em 2018 e passou por algumas revitalizações, mas as atrações continuam as mesmas. O Aldeia do Imigrante funciona todos os dias, incluindo domingos e feriados. O ingresso custa R$ 12, com meia entrada para estudantes e idosos.

Bandinha típica alemã. Foto: Kelly Pelisser

Logo na entrada, tem um conjunto de lojinhas que vendem itens para turistas. Por ali, também fica um parque infantil. Logo ao lado, estão uma tenda que abriga uma bandinha alemã que fica tocando praticamente o tempo todo. E, em seguida, fica um biergarten, um espaço que serve comida e bebidas. Há itens típicos da culinária alemã como pretzel (eu tive que comer um! Eu adoro! Esse custa R$ 6) e bratwurst (salsicha), mas também há opções bem brasileiras para o lanche, como xis e pão de queijo. Ali dá pra comprar ainda chopp ou cerveja artesanal servidos naqueles copos altos estilo alemão. Bebi uma weiss, que custa R$ 15 o copo de 600ml.

Biergarten. Foto: Kelly Pelisser

Cerveja no biergarten. Foto: Kelly Pelisser

Pretzel no biergarten. Foto: Kelly Pelisser

Logo na entrada, está um lago menor. Mas há outro maior, mais à frente, onde estão instalados os pedalinhos.  O pedalinho funciona diariamente das 9h às 12h e das 13h às 17h. Mas só em dias de tempo seco. Se chover, o pedalinho fecha. Para andar neles, o custo é de R$ 10 por 20 minutos. Os lagos tem animais como peixes e tartarugas.

Pedalinhos no lago. Foto: Kelly Pelisser

Seguindo pelo meio das árvores, fica uma vila alemã, com vários prédios do início da imigração na cidade. Ali estão uma igreja antiga, um salão de comunidade, ferraria, escola e casa do professor, além de um cemitério com lápides dos imigrantes. Há também a casa da primeira cooperativa de crédito da América Latina, fundada em Nova Petrópolis em 1903, que depois deu origem ao Sicredi Pioneira. Por causa dele, Nova Petrópolis, é considerada a Capital do Cooperativismo. Nessa casa, há objetos históricos da cooperativa, como cofre, moedas, cheques e cadernetas de poupança. No prédio que abrigava a casa do médico e primeiro hospital de Nova Petrópolis, está o museu municipal, com peças que contam a história da cidade. Já no salão comunitário, há venda de algumas comidinhas típicas, como cucas. Eu acho uma graça mesmo essa vilinha e sempre rende fotos legais por ali.

Cemitério na vila alemã. Foto: Kelly Pelisser

Cofre da primeira cooperativa de crédito da América Latina. Foto: Kelly Pelisser

Igreja da vila alemã. Foto: Kelly Pelisser

O parque é, realmente, um ponto que vale a visita, com belezas naturais e a história e cultura da imigração alemã no Estado. Recomendo muito e sempre quero voltar!

 

Parque Aldeia do Imigrante

Onde fica: Rua 15 de Novembro, 1966, Centro, Nova Petrópolis (RS)

Horários: o parque funciona todos os dias, incluindo domingos e feriados, das 8h30min às 18h. O pedalinho funciona diariamente das 9h às 12h e das 13h às 17h (mas o pedalinho fecha em dias de chuva)

Quanto: ingressos do parque a R$ 12. Estudantes e idosos pagam meia. Já os pedalinhos são pagos à parte, custam R$ 10 por 20 minutos.

Mais: site do Aldeia do Imigrante e Facebook do Aldeia do Imigrante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s