Bate-papo Harmonizado na Tapiocaria Caxias, em Caxias do Sul (RS)

Os vinhos da noite do jantar Vinhos do Mundo. Foto: Kelly Pelisser

Eu já fiz posts sobre a Tapiocaria Caxias, uma casa que oferece, no jantar, de terça a domingo, dezenas de sabores de tapiocas, doces e salgadas, em Caxias do Sul (RS). Mas, nesse mês de julho, eu fui conhecer um projeto super bacana deles chamado Bate-papo Harmonizado. A função rola uma vez por mês e reúne vinhos harmonizados com pratos (que não são tapiocas). Os encontros sempre são temáticos, então, os vinhos e os pratos giram em torno daquele mote. O de julho era Vinhos do Mundo, ou seja, tanto a bebida quanto a comida eram de diversas partes do globo. Já adianto: o próximo será no dia 17 de agosto, uma quinta-feira, às 19h30min, e terá como tema vinhos portugueses e espanhóis, e comidinhas como tapas e bacalhau. O preço é R$ 85 por pessoa. São servidos cinco vinhos e cinco pratos, que vem acompanhados de uma explicação do proprietário da casa, que é chef e sommelier, Daniel Corrêa dos Santos. A cozinha é pilotada pela mulher dele, Caroline Gemelli de Freitas.

Burrito califórnia. Foto: Kelly Pelisser

Salmão Litorâneo. Foto: Kelly Pelisser

O Bate-Papo que eu participei foi o 17º promovido pela Tapiocaria. Nos primeiros, foram servidas tapiocas, mas, depois, a ideia foi ampliar as percepções e possibilidades com outros pratos, que nem sempre são encontrados com facilidade em restaurantes de Caxias. A conversa de apresentação de cada vinho e prato é breve, apenas para trazer explicações sobre o que os clientes irão comer e beber, mas sem ser técnica ou maçante. A intenção é introduzir novos conceitos para quem gosta de vinhos e provocar novas experiências. O evento ocorre no andar superior da casa, que é reservado a isso. No andar inferior, o restaurante atende normalmente com o cardápio de tapiocas.

Sasatie, cordeiro marinado na bergamota. Foto: Kelly Pelisser

Costelinha barbecue. Foto: Kelly Pelisser

Bom, como eu falei, no dia que eu participei o tema eram Vinhos do Mundo. Então, a entrada era com um vinho dos Estados Unidos, Woodbrigde White Zinfandel, acompanhado de um burrito Califórnia. Um vinho rosé bem diferente, super interessante, levinho e com um claro aroma de morangos. Em seguida, para acompanhar um salmão Litorâneo e risoto, um vinho do Chile: Paine Carmenere. Na sequência, o vinho da África do Sul, Natana Syrah, vinha junto com um Sasatie, um espetinho de cordeiro marinado por dois dias na bergamota (muito legal). Então, veio uma costelinha barbecue ao lado de um vinho da Austrália, Jacob´s Creek Classic Shiraz. Por fim, a sobremesa, toda linda, um grand gateau de gelato, com espumante Riccadonna Allegra Semi Secco. É possível se servir de água e provar novamente os vinhos ou algum prato, se o cliente quiser.

Grand gateau de gelato. Foto: Kelly Pelisser

A Tapiocaria tem a ideia de promover uma segunda edição por mês do evento, com vinhos mais leves, jovens, para quem está entrando nesse mundo ainda. Mas, de modo algum, é preciso ter um grande conhecimento em vinhos para participar da edição já tradicional. A experiência é bem interessante, para conhecer coisas novas, e o bate-papo rola solto nas mesas também. Muito bacana a iniciativa.

Os vinhos portugueses e espanhóis da próxima edição do Bate Papo Harmonizado. Foto: Kelly Pelisser

 

Tapiocaria Caxias

Onde fica: Rua Ambrósio Colombo, 214, bairro Rio Branco, Caxias do Sul, RS

Horários: de terça a quinta, das 18h às 22h, nas sextas e sábados, das 18h às 23h, e nos domingos, das 17h às 20h.

Mais: Facebook

 

Anúncios

Dolmã Bistrô House, em Caxias do Sul (RS)

Filé Duxelles acompanhado de risoto. Foto: Kelly Pelisser

O Dolmã Bistrô House funciona numa casa em Caxias do Sul (RS) em que o primeiro andar tem um restaurante, que atende de terças a sábado no jantar, e a parte de baixo é um bar, com cardápio de aperitivos e lanches, e onde rola um pagode ao vivo nas quintas e domingos. Eu que não sou boba nem nada, fui conhecer o restaurante numa quinta, para já esticar para o pagode (quem janta na casa não paga o ingresso da festa).

O restaurante serve risotos, massas e filés, numa mistura do regional com o internacional. É bom consultar nas redes sociais se ele estará aberto quando você quiser ir, porque o Dolmã também faz eventos privados, então, pode ser que em algum dia (especialmente em sábados), esteja fechado para uma formatura, por exemplo. É interessante reservar seu lugar para o jantar, o que pode ser feito pelas redes sociais mesmo. Ah, e bom saber: o pagode começa cedo. Nas quintas, a casa já recebe gente para a festa às 20h, mas o show mesmo começa às 22h e vai até meia-noite. Nos domingos (o restaurante está fechado nesse dia), a casa abre às 18h e o show começa ali por 19h30min e vai até umas 22h.  Já nas terças, eles têm um projeto chamado Terça da Comédia Dolmã, com apresentações de stand up comedy.

Sobremesa Dolce é la Vita. Foto: Kelly Pelisser

No cardápio do restaurante estão entradinhas (como dados de tapioca e pães), saladas, risotos (de maçã verde e gorgonzola, parmigiano, de legumes, caprese, quatro queijos e iscas de filé) e massas (carbonara, tortéi ao molho thai, espaghetti al mare ou caprese). Todos esses pratos custam na faixa de R$ 30 a R$ 38 por pessoa. Também dá para pedir um filé para acompanhar, de frango, mignon ou de salmão (de R$ 16 a R$ 19). Nesse friozinho, tem sopa no pão, de agnoline ou de quatro queijos. Há também combos, com uma carne e um acompanhamento. Entre as opções, tem entrecot e filé Wellington. Um dos mais populares do combo é o Salmão à Moda do Chef (salmão com shimeji na manteiga e shoyo, acompanhado de tortei ao molho thai – levemente picante). Esse sai por R$ 99 para duas pessoas.

Eu escolhi um dos combos, um Filé Duxelles. É um filé com cogumelos frescos, acompanhado de risoto de maçã verde e gorgonzola. O que serve uma pessoa custa R$ 69 e o para duas pessoas sai por R$ 109. O prato veio rapidinho e estava maravilhoso. Adorei o filé com cogumelos!

Escolhi depois uma sobremesa. As opções são um semifredo de abacaxi com açaí e granola, Mousse Kinder, strudel, Gran Gateau ou Dolce é La Vita (massa folhada com Ntella e marshmallows com gelato de limão). Escolhi essa última. Tem um toque divertido e o sorvete é bem do jeito que eu gosto. As sobremesas saem por R$ 19, menos o Gran Gateau, que custa R$ 28.

Andar inferior da casa tem um pagodinho super animado nas quintas e domingos. Foto: Kelly Pelisser

Desci para o andar inferior da casa a tempo do pagodinho, que começa às 22h. É bem animado e concorrido (e diz que no domingo lota ainda mais). A casa tem um deck ao ar livre na altura desse andar, onde dá para pegar um ar e admirar a lua ou fumar (o espaço é totalmente aberto). Nesse andar, o cardápio tem, além de drinks e bebidas, petiscos, hambúrgueres e pizzas. O lugar conta com algumas mesinhas. O pagode é super animado e dá para dançar (tem casais dançando a dois inclusive). A banda toca sucessos desse estilo, mas também alguns clássicos do pop e da MPB ou hits do momento adaptados. Foi uma noite muito divertida e com comida boa. Recomendo a visita. Quero voltar mais vezes nas quintas para jantar e já esticar a noite.

 

Dolmã Bistrô House

Onde fica: Rua Pinto bandeira, 182, Caxias do Sul, RS

Horários: restaurante e bar, de terças a sábados, das 19h à meia-noite (consultar porque, em dias de eventos privados, está fechado). Balada com pagode, nas quintas (show começa às 22h) e domingos (show começa às 19h30min, mas a casa abre às 18h).

Mais: site e Facebook

 

 

Mestre-Cervejeiro.com, em Caxias do Sul (RS)

Cliente pode comprar para levar ou tomar na loja mesmo. Foto: Kelly Pelisser

Fui conhecer a Mestre-Cervejeiro.com de Caxias do Sul (RS). A loja integra uma franquia que oferece cervejas artesanais tanto locais quanto importadas.  A de Caxias existe há menos de seis meses e foi a primeira do interior do RS. Fica no bairro São Pelegrino, na Avenida Julio de Castilhos, e funciona todos os dias, incluindo aos domingos, tanto como loja, para escolher sua cerveja para levar para casa, quanto como bar, para provar lá mesmo. Eles também contam com duas torneiras de chopp, que variam conforme o dia. E numa parceria com restaurantes da região, têm petiscos para acompanhar as cervejas. Outra ação bacana é que o espaço também é utilizado para degustações dirigidas e outros eventos, como lançamentos de novos produtos. Ah, eles já aparecem aqui no blog como um lugar pet friendly, em que você pode levar seu bichinho de estimação.

Tem também cervejas importadas. Foto: Kelly Pelisser

Nas prateleiras, são mais de 260 rótulos, desde cervejas de Caxias do Sul e Serra gaúcha, até as de países como Bélgica, República Tcheca e Alemanha. E todas elas também estão disponíveis geladas. Você pode escolher se quer levar para casa ou se quer beber na loja. Ah, tem cervejas sem glúten. A Mestre-Cervejeiro ainda vende kits para presentes relacionados a esse mundo, como taças, growlers, quadros para completar com tampinhas e acessórios. Também há alguns molhos, chocolates e batatas chips, entre outros itens para comer.

E itens locais. Foto: Kelly Pelisser

Conta ainda com itens para presente. Foto: Kelly Pelisser

Se a ideia for curtir um happy hour e provar uma cerveja acompanhada de um petisco, a loja tem uma parceria com três restaurantes da região. Claro, o cardápio está condicionado aos dias e horários de funcionamento de cada uma dessas casas. Com a Churrascaria Imperador, há porções exclusivas: de queijo e polenta, por R$ 19, e outra completa, com queijo, polenta, salsichão e coração de frango, por R$ 29.  Com o Restaurante Bologna, as opções são batata frita média (R$ 25) ou grande (R$ 30). E, com a Famiglia Bettoni, pizzas que servem duas pessoas, e podem ter até dois sabores, por R$ 37,90: calabresa, lombo canadense, marguerita, picanha, quatro queijos, romana. Eu provei uma porção de batata frita média (que era beeem grande, na verdade) com um dos chopps do dia, uma Imaculada IPA. A batata frita estava super crocante, muito delícia, e o chopp, refrescante. Loja bacana, petiscos bons e com preço justo e uma quantidade enorme de cervejas: vale a visita.

Essa batatinha na parceria com o Restaurante Bologna é o ouro! Foto: Kelly Pelisser

 

Mestre-Cervejeiro.com

Onde fica: Avenida Julio de Castilhos, 3116, bairro São Pelegrino (próximo do Posto da Julio), Caxias do Sul, RS

Horários: segunda, das 11h às 21h, de terça a sexta-feira, das 11h às 22h, sábado, das 10h às 22h, e domingos, das 14h às 19h.

Mais: Facebook e site

 

 

Don Claudino Enogastronomia & Eventos, em Caxias do Sul, RS

Polenta com ragu de couvert. Foto: Kelly Pelisser

Muita gente conhece a Don Claudino, em Caxias do Sul, pelos espaços maravilhosos para eventos (o mais novo deles tem uma pitangueira no meio da sala – lindo!). Mas o restaurante também atende ao público nas sextas e sábados pela noite. A casa trabalha com um conceito de slow food, de utilizar os alimentos de cada estação para que a comida seja mais genuína, tenha gosto de verdade. Eles estão oferecendo agora menus temáticos por estação. Os pratos são elaborados com alimentos e temperos específicos da época do ano, cultivados na própria horta do restaurante. A casa tem uma história encantadora, aliás, que começou com a Granja Piccoli, do avô da família, que possuía uma vinícola que depois foi convertida para o ramo da gastronomia.

Creme de batata com bacon. Foto: Kelly Pelisser

Salada de folha e timballo de cenoura. Foto: Kelly Pelisser

Eu fui conhecer a estreia do cardápio de inverno. O menu é mais ou menos fixo. Mas algumas coisas mudam a cada semana. E quem for vegetariano pode pedir para retirarem as carnes dos preparos, já que os pratos são individuais. A carta de vinhos é bem bacana, com desde opções mais simples – vinhos da casa que custam entre R$ 35 e R$ 42 – até rótulos importados. Eu pedi um Chardonnay Don Claudino (que é bem leve e fresco, porque estava com vontade de algo assim naquela noite). O clima do restaurante é intimista, luz mais baixa e uma lareira no canto (aliás, dá para pedir para reservar seu lugar ali perto, nos dias mais frios, se ainda tiver disponibilidade).

Risoto de pimentões defumados e gorgonzola e filé de frango ao molho de laranja e cúrcuma. Foto: Kelly Pelisser

Gnocchi de batata doce ao creme de queijos fundidos com escalopes de filé ao molho de vinho merlot. Foto: Kelly Pelisser

O menu do inverno começa com uma polentinha com ragu servida numa tigelinha super querida. Na sequência, vem uma entradinha quente, que pode ser uma sopa ou creme e varia conforme o dia. A que eu provei era de batata com bacon. A salada é uma seleção de folhas de inverno com timballo de cenoura, uma graça! O primeiro prato é um gnocchi de batata doce ao creme de queijos fundidos, acompanhados por filé de frango ao molho de laranja e cúrcuma e o segundo prato é um risoto de pimentões defumados e gorgonzola acompanhado por escalopes de filé ao molho de vinho merlot. Como eu fui no primeiro dia do menu, o pessoal da cozinha trocou as carnes do primeiro e segundo prato, já que ainda estavam se adaptando. Mas não tem problema. Tudo estava bem gostoso. Adorei o gnocchi e achei muito gostoso o molho de laranja junto ao frango. A sobremesa pode ser escolhida entre um crepe de beijinho com paçoca, um crepe suzette e ou a seleção de semifredos da casa. Eu optei pelo primeiro, o crepe de beijinho com paçoca, acompanhado de uma bola de sorvete: é divino (eu amo paçoca e o beijinho estava uma delícia)! Sabe quanto custa tudo isso? O preço do jantar é de R$ 79 por pessoa. Quem for vegetariano, tem a mesma sequência, porém sem carnes, por R$ 53. Já as crianças de seis a 10 anos pagam R$ 40. Eu achei super em conta por tudo o que é oferecido! E a comida te abraça, sabe? Conforta, tem gosto de comida de casa, tem textura. Mesmo tendo uma sequência de pratos, você não sai pesado. Muito pelo contrário. Sai levinho e feliz. Ah, se quiser, pode repetir qualquer um dos pratos. Delicinha! Vale demais a pena pelo custo-benefício e pela alegria proporcionada!

Crepe de beijinho com paçoca. Foto: Kelly Pelisser

 

Don Claudino Enogastronomia & Eventos

Onde fica: Rua Padre Alberto Luiz Lamonatto, 1127, bairro Nossa Senhora da Saúde, próximo aos Pavilhões da Festa da Uva, Caxias do Sul, RS

Horários: sextas-feiras e sábados, a partir das 19h30min. É bom reservar antes: (54) 3211.9899 ou (54) 3028.9066.

Mais: site e Facebook

 

 

Novidades de inverno no McDonald’s: Caprese, McFritas 4 queijos, McFlurry Língua de Gato Trufado e Banana Split

As McFritas Quatro Queijos e o Signature Caprese que eu montei (e comi), Foto: Kelly Pelisser

O pessoal do McDonald’s me convidou para conhecer os lançamentos de inverno da marca. E mais: para montar meu próprio lanche. Hehe. Foi uma experiência bem divertida. E gostosa. Bom, vamos aos lançamentos: tem o sanduíche Signature Caprese, que é da linha Premium do Mc, com hambúrgueres gourmet. Esse é o quinto lanche com a chancela Signature. Tem também McFritas Quatro Queijos, além de duas sobremesas: McFlurry Kopenhagen Língua de Gato Trufado e Torta Banana Split (dos Minions!).

Para provar que eu estive na cozinha do McDonald’s e preparei meu lanche. Foto: Kelly Pelisser

O Signature Caprese leva pão tipo brioche, dois hambúrgueres, queijo, alface crespa, tomate grelhado na chapa, e molho creamy pesto. Eu montei esse sanduíche. Primeiro, prendi o cabelo numa touca e coloquei um avental e aprendi o processo de higienização das mãos. Lava-se até um pedaço do antebraço, passa sabonete líquido por 20 segundos, água e mais álcool gel. O primeiro passo é aquecer o pãozinho numa máquina. Depois, vai o molho, o alface, duas fatias de queijo, por fim, as carnes, os temperos e os tomates. Gostei de aprender junto com o pessoal do Mc como são montados os sanduíches.

Essa é a Torta de Banana Split. Foto: Kelly Pelisser

Provei o meu, junto com as batatas fritas com quatro queijos (ralados ou em creme) e mais suco de laranja. O sanduíche é muito gostoso realmente. Adorei o molho pesto. As batatas são uma delícia!

Depois, veio a sobremesa. Eu pedi o McFlurry Kopenhagen Língua de Gato Trufado! Só uma palavra: fenomenal! O sorvete do Mc já é bom, imagina com Língua de Gato! Conservai, Senhor! Ahaha. A outra sobremesa nova é a Torta de Banana Split, que vem com duas mini tortas de banana, três porções de mix de baunilha com caldas de chocolate, caramelo e morango, farofa de paçoca (paçoca, gente, paçoca!) e dois canudinhos wafer. Essa eu só provei um bocadinho para poder falar também que é uma maravilha! Ah, ela vem com um Minion de papel enfeitando, já que os personagens do novo filme Meu Malvado Favorito 3 adoram bananas (e, aliás, eles são a supresa do McLanche Feliz).

Apenas peçam isso: McFlurry Língua de Gato Trufado! Foto: Kelly Pelisser

Os preços: o Signature Caprese sai por R$ 29,90, a McFritas 4 Queijos pode ser adicionada por R$ 2,50, a Banana Split custa R$ 10,90 e o McFlurry Língua de Gato Trufado está R$ 9. Corre para o Mc mais próximo agora!

 

Mais: site e Facebook

 

 

 

Sakai Cozinha Japonesa, em Caxias do Sul (RS)

Buffet livre ou a quilo de sushi é servido ao meio-dia e à noite. Foto: Kelly Pelisser

O Sakai Cozinha Japonesa é uma casa de sushis em Caxias do Sul (RS) super bacana, que funciona no horário do almoço de terça a sábado (lindeza isso!) e no jantar de terça a domingo (domingo, gente!). Fica num endereço bem central, em plena Rua Sinimbu, perto da Rua Vereador Mário Pezzi, e foi reformada recentemente, ganhando um visual mais clean. O carro-chefe da casa é o buffet de sushis livre ou por quilo, que funciona tanto ao meio-dia, quanto à noite. Mas também tem muita coisa legal no cardápio. Ah, eles têm tele entrega também.

Let’s start com uns sushizinhos. Foto: Kelly Pelisser

O buffet do almoço é mais simples. A opção livre, que não tem sashimis nem temakis, custa R$ 49,90 por pessoa. Já o buffet com sushi e sashimi sai por R$ 66,40. Para quem optar por pesar o prato, o preço é R$ 98 por quilo. Já à noite, o buffet é completão, com os sushis tradicionais, yakissoba vegetariano, missô, shimeji, mais qualquer temaki tradicional à escolha. O buffet livre à noite custa R$ 69,90. Se a opção por pesar, fica por R$ 108,90 o quilo.

Morri de amores por essa yakissoba e esse shimeji. Foto: Kelly Pelisser

Ou também dá para escolher à la carte. No cardápio, tem desde yakissoba, passando por prato executivo com salmão, hambúrguer de salmão, temakis variados (que custam entre R$ 13,90 e R$ 19,90), até peças individuais e combos de vários estilos (que saem por R$ 19,90 a R$ 119,90).

Salmão ao molho de maracujá é muito amor. Foto: Kelly Pelisser

Fui jantar no Sakai e optei pelo buffet livre. Eu não como tanto assim, mas achei que vale imensamente a pena, porque, além de uma variedade grande de sushis, sashimis e hots (incluindo até uns doces para a sobremesa), vem vários outros complementos na mesa (você tem que pedir) que são maravilhosos! Os shimejis são muito gostosinhos! A yakissoba vegetariana é maravilhosa (eu amei demais)! Dependendo da inspiração do dia, também são feitos alguns itens especiais: provei um salmão com maracujá super bom e um rolinho (esqueci o nome, não sou boa para identificar sushi pelo nome. Ahahah) doce com cereja marasquino e frutas caramelizadas divino! Tudo bem gostoso e num ambiente descontraído. Vale muito a pena conhecer.

E esse docinho, com cerejas e frutas cristalizadas é sensacional. Foto: Kelly Pelisser

 

Sakai Cozinha Japonesa

Onde: Rua Sinimbu, 953, perto da Rua Vereador Mário Pezzi, bairro Lourdes, Caxias do Sul, RS

Horários: almoço, de terça a sábado, das 11h30min às 13h30min, e jantar, de terça a domingo, das 19h às 23h30min.

Mais: Facebook