Hamburgueria Juventus inaugura franquia, no bairro Desvio Rizzo, em Caxias do Sul (RS)

Projeto da primeira franquia da Juventus. Crédito: Ketlin Panassol, divulgação

Projeto da primeira franquia da Juventus. Crédito: Ketlin Panassol, divulgação

A tradicional Hamburgueria Juventus, de Caxias do Sul, inaugura nesta segunda-feira, dia 31 de outubro, a sua primeira franquia, no bairro Desvio Rizzo. Sob comando do empreendedor Júlio César Ferreira de Souza, o novo espaço teve investimento de R$ 450 mil em uma área de 200m². O novo empreendimento marca o início do sistema de franquias do estabelecimento, que pretende levar a marca caxiense para todo o Brasil.

A Hamburgueria Juventus tem matriz na Rua Tronca e filial na Universidade de Caxias do Sul. A casa oferece cardápio com mais de 30 sabores de xis, opções para crianças, baurus, pratos executivos e à la carte, além de sobremesas, coquetéis e cervejas artesanais.

 

Hamburgueria Juventus Desvio Rizzo

Onde: Rua Nilceu de Melo Catarina, 2869, esquina com Vereador Otto Scheiffer, bairro Desvio Rizzo, Caxias do Sul

Horário de atendimento: diariamente, das 11h30min às 14h e das 18h às 23h30min

 

Anúncios

Circuito Enogastronômico da Boccati destaca vinhos e comidas das Américas

Arte: Boccati, divulgação

Arte: Boccati, divulgação

Um dos eventos mais legais e bem organizados do setor de vinhos, ganha uma nova edição em outubro. Desta vez, o Circuito Enogastronômico da Boccati terá como tema a América na noite de 28 de outubro. Serão onze mesas com mais de 60 rótulos dos principais países produtores de vinhos do continente: Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos e Uruguai. Entre os destaques para degustação estarão: Cave Geisse Brut Nature (Brasil), Chandon Passion (Brasil), Ironstone Cabernet Sauvignon (EUA), Pulenta Estate Malbec (Argentina) e Tarapacá Etiqueta Negra (Chile). Também há comidas das Américas e de restaurantes convidados pela área da loja, no bairro Santa Catarina, que tem uma adega subterrânea linda!

A função rola das 20h à meia-noite, quando o público poderá circular pelos lounges com temática de países da América e conferir apresentações artísticas, de música mexicana, samba e pop internacional; além de danças típicas do continente. Também terá quick massage e drinks. Os ingressos custam R$ 150 o feminino e R$ 200 o masculino.

Os vinhos e espumantes serão apresentados por um time experts da área: Aline Andreazza, Amanda Arbugeri, Gabriel Lourenço, Luciano da Rosa, Marco Salton, Renata Formolo, Rudinei Panizzi e Sandy Marina Corso. Esse é o quinto Circuito Enogastronômico da Boccati, depois de Itália, Espanha, Brasil e Portugal.

Os rótulos serão harmonizados com pratos preparados pelos chefs Alexandre Reolon e Gabriel Lourenço. Entre as delícias da noite estarão: Tortilhas Mexicanas e Mini Burritos (México); Chicken Fingers (EUA); Jerk Chicken (Jamaica); Mac & Cheese (Canadá); Aperitivo de Assado (Argentina e Uruguai); Ilha de Ceviche (Peru); Sanduíche de Mortadela, Pastéis de Camarão e Queijo e Polenta com Ragu de Carne Seca (Brasil). Para a sobremesa, doces temáticos e café. Além da gastronomia típica das Américas, o evento contará com parcerias especiais como o sushi do Osaka Culinária Japonesa, a porchetta romana do restaurante Il Rifugio del Gourmet e os sorvetes da Sorvelândia.

 

Circuito Enogastronômico América

Quando: 28 de outubro, sexta-feira, das 20h à meia-noite.

Onde: Boccati (Rua Antônio Ribeiro Mendes, 2043, bairro Santa Catarina, Caxias do Sul – RS).

Quanto: R$ 150 (feminino) e R$ 200 (masculino). Os ingressos podem ser adquiridos na loja física ou no site http://www.boccati.com.br

As vagas são limitadas. Para informações, (54) 3224.9900 ou boccati@boccati.com.br.

 

Cardápio:

Tortilhas com molhos Guacamole, Sour Cream e Frijoles (México);

Ilha de Ceviche (Peru);

Sanduíche de Mortadela (Brasil);

Mini Burritos (México);

Pães Artesanais;

Antepastos;

Frios e Queijos;

Chicken Fingers (EUA);

Pastéis de Camarão e Queijo (Brasil);

Aperitivo de Assado (Argentina e Uruguai);

Jerk Chicken (Jamaica);

Mac & Cheese (Canadá);

Polenta com Ragu de Carne Seca (Brasil);

Doces Temáticos;

Sorvetes;

Café.

 

Sequência do Chef na Casapueblo Pizza Gourmet, em Caxias do Sul (RS)

Sequência começa com salada. Foto: Kelly Pelisser

Sequência começa com salada. Foto: Kelly Pelisser

Já falamos aqui no blog sobre a Casapueblo Pizza Gourmet, uma pizzaria excelente em Caxias do Sul ao estilo uruguaio, com pizzas quadradas já cortadas em quadradinhos. A casa funciona no sistema à la carte e tem sabores diferentes, exclusivos da casa, além de alguns mais tradicionais com algum toque especial. O normal é pedir uma pizza, que tem duas opções, pequena ou grande. Mas, nas quintas-feiras, a casa tem também a Sequência do Chef, uma espécie de rodízio com sabores selecionados, por R$ 59 por pessoa. Nesse dia, se pedir chopp, ganha uma segunda rodada por conta da casa.

Pizza de frango e bacon e caprese. Foto: Kelly Pelisser

Pizza de frango e bacon e caprese. Foto: Kelly Pelisser

Os sabores mudam a cada quinta, mas sempre tem uma salada, quatro pizzas salgadas, uma doce e uma sobremesa. No dia em que fui, era salada tradicional (de alface e tomate cereja), e as pizzas salgadas eram salmão; caprese; frango e bacon; e porco agridoce. A pizza doce era Prestígio, e a sobremesa era uma chamada Serra gaúcha, com crosta de chocolate branco com molho de vinho cabernet sauvignon. A pizza vem um quadradinho por vez para cada pessoa, mas você pode repetir quantas vezes quiser. É mais ou menos o esquema de rodízio, mas é bem mais slow, vem bem mais devagar, e os pedaços são bem menores. Ou seja, você não sai parecendo que comeu demais. Ah, o nosso garçom era português (sim, de Portugal, do Porto, um querido!).

Pizza de porco agridoce. Foto: Kelly Pelisser

Pizza de porco agridoce. Foto: Kelly Pelisser

Eu pedi um chopp para acompanhar. Eles tem seis torneiras. Escolhi uma witbier. Ganhei um segundo chopp. Da sequência, mais o chopp, deu R$ 75.

 

 

Casapueblo Pizza Gourmet

Onde: Rua Pedro Tomasi, 1520, Caxias do Sul (RS)

Horários: de terça a sábado, das 19h30min às 23h

Mais: site e Facebook

Ibravin estima que não deverá faltar suco de uva até o final do ano

Foto: Ale Ruaro, divulgação

Suco não deve faltar. Foto: Ale Ruaro, divulgação

A gente já tinha falado aqui no blog de uma estimativa do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) que poderia faltar suco de uva no fim deste ano ou no início do próximo, em função da quebra da safra por causa do clima. Pois um levantamento do instituto, baseado em dados de anos anteriores e em estimativas de projeção para os próximos meses, aponta que, até o fim de 2016, não deverá faltar a bebida nos estoques do setor. Isso porque a quebra de 57% na safra de uva deste ano, que aumentou o custo da matéria-prima, aliada à elevação dos insumos e ao aumento da tributação, impulsionou o preço do produto e, por consequência, ocasionou o recuo nas vendas. Assim, se a procura se mantiver como nos seis primeiros meses do ano, a demanda será atendida. E dezembro se encerrará com saldo positivo de mais de 11 milhões de litros.

O segundo semestre deste ano começou com um estoque de 67 milhões de litros de suco de uva. Isso representa 3,5 milhões a mais do que foi comercializado de agosto a dezembro de 2015. A estimativa do Ibravin é que 55,7 milhões de litros poderão ser vendidos até dezembro.

A venda de suco de uva vinha crescendo em média 25% ao ano, mas, em 2016, isso não se repetiu. A retração da economia, a redução do poder aquisitivo das famílias e o aumento do custo de produção contribuíram para a queda na comercialização. Em 2017, a expectativa do Ibravin é que a safra seja normal e que o mercado seja normalizado. Porém, conversando com alguns proprietários de pequenas vinícolas, eles me estimaram que, pode, sim, faltar suco no empreendimento deles. Ou seja, se você gosta de uma marca específica, pode não contar com ela até o fim do ano, mas, no mercado como um todo, não irá faltar.

ProLight Alimentos, alimentos funcionais congelados em porções individuais

 

Purê de aipim com carne de panela e mix de legumes (no outro prato). Foto: Kelly Pelisser

Purê de aipim com carne de panela e mix de legumes (no outro prato). Foto: Kelly Pelisser

Simplesmente amei a ideia dessa marca de Porto Alegre: a ProLight Alimentos faz refeições saudáveis em porções individuais congeladas. Em Caxias do Sul, tem para vender na Bioforte Produtos Naturais (que fica na Rua Feijó Júnior, no bairro São Pelegrino). Funciona assim: são  porções congeladas num saquinho embalado a vácuo divididas por grupo alimentar. Tem proteínas (carne, peixe e frango), carboidratos, legumes, sopas e lanches. Para montar um almoço ou janta, por exemplo, é legal pegar um carboidrato, uma proteína e um legume, por exemplo. Tudo é feito com acompanhamento de nutricionistas. Os produtos não têm conservantes, e são sem glúten e sem lactose, e os que têm carboidratos são de baixo índice glicêmico. Ou seja, muito legal para quem treina na academia, pratica algum esporte, está tentando manter o peso ou simplesmente quer ter uma vida mais saudável.

Saquinhos são embalados a vacuo e em porções para uma pessoa. Foto: Kelly Pelisser

Saquinhos são embalados a vacuo e em porções para uma pessoa. Foto: Kelly Pelisser

Os preços variam, mas dá para montar uma refeição com esses três grupos alimentares, por R$ 20 e poucos. Tem produtos que custam R$ 7,50, R$ 9,9, ou mais, se tiver carne. Na Bioforte, eles estão em uma geladeirinha à esquerda da porta de entrada. Para aquecer em casa, é só seguir as instruções. Normalmente, dois minutos e meio ou três minutos no micro-ondas. Ou encher uma panela de água, colocar o saquinho (ou os saquinhos) e deixar por oito minutos após iniciada a fervura. A validade dos produtos é de quatro meses a partir da data de fabricação. Ou seja, bem tranquilo de comprar vários e guardar no congelador ou freezer.

E a Prolight terá uma novidade a partir de novembro para Caxias: tele entrega, via site, para as pessoas se organizarem e planejarem a alimentação por semana, e, de quebra, não deixar faltar os produtos preferidos. Os pedidos realizados pela loja virtual no site deles até segundas-feiras serão entregues na sexta em Caxias, em horário agendado com o cliente. O pedido mínimo é de R$ 200 mais a taxa de entrega, que varia conforme o bairro. Quem não quiser ter o custo da entrega, poderá buscar os produtos na Bioforte.

Frango picadinho com vagem e cenoura acompanhado de arroz integral com quinoa e goji berry. Foto: Kelly Pelisser

Frango picadinho com vagem e cenoura acompanhado de arroz integral com quinoa e goji berry. Foto: Kelly Pelisser

O pessoal da Prolight me enviou alguns dos produtos. O strogonoff ao leite de amêndoas (é sem lactose, gente), um picadinho de frango com cenoura e vagem, um mix de legumes, um arroz integral com quiona e goji berry, um purê de aipim e uma carne de panela. As porções são pequenas, suficientes para uma pessoa mesmo. Fiz combinações: o purê com a carne de panelas e os legumes num dia, o picadinho e o arroz num outro. E o strogonoff fiz com um arroz integral da minha casa mesmo. Hehe. Tudo muito saboroso. Bem temperadinho, mas sem muito sal (gosto assim, menos sódio). Aliás, os produtos deles levam sal marinho ou sal rosa do himalaia. Adorei tudo e quero virar cliente! Porque, normalmente, comida congelada é sinônimo de ‘quilos’ de sódio e conservantes. As da Proligth têm gosto de feitas em casa, mas com a praticidade de ficarem prontas em minutos e não sujarem panelas (amei isso!). Um super incentivo para seguir na linha da alimentação saudável mesmo quando se tem preguiça ou não se tem tempo. Quem não me conhece, pergunta como consigo manter a forma indo a todos os restaurantes que posto aqui no blog. Pois bem, além de exercícios (musculação e natação há anos), gosto muito de comer saudável (bem no estilo da Prolight, por isso, adorei a marca, a ideia de negócio). Os doces e comidas cheias de calorias são exceção. Não acho legal nem oito nem oitenta. Temos que achar um meio termo e manter a alimentação regrada no dia a dia, mas nos permitir alguns caprichos vez por outra.

Fiquei bem doida pra provar também os snacks da Prolight. Eles têm crepe funcional de carne de panela, coxinha funcional, empada funcional e salgados hiperprotéicos (bom para o pós-treino), entre outros. Que raios é esse funcional? Eles são “do bem”, ajudam a manter a saúde e dão aquele up para quem treina. Por exemplo, a massa da coxinha leva batata doce, farinha de linhaça e clara de ovo.  Também acho que deve ser bom o escondidinho (eu amo escondidinho), o nhoque de batata doce, e o filé de St. Peter (um peixe) com crosta de amêndoas e aveia. Na verdade, tudo no cardápio (que é bem vasto) parece bom. Hehe. E o pessoal da Bioforte é bem legal para explicar sobre os produtos, se você tiver dúvidas. Recomendo muito. E quero todos para o almoço, janta e lanches. Ahaha.

 

Onde comprar em Caxias do Sul:

Bioforte Produtos Naturais

Onde: Rua Feijó Júnior, 901, bairro São Pelegrino, Caxias do Sul, RS

Horário: de segunda à sexta, das 9h às 19h, aos sábados, das 9h às 14h.

Telefone: (54) 2992.2402

Mais: site Facebook

 

ProLight Alimentos

Endereço: Avenida Plínio Brasil Milano, 2244 – Porto Alegre

Telefone: (51) 3028.2251

WhatsApp: (51) 9512.5712

Mais: site Facebook

 

 

 

Varanda do Bolo Fatias de Afeto, em Caxias do Sul (RS)

Petit gateau é uma das novidades da Varanda do Bolo. Foto: Kelly Pelisser

Petit gateau é uma das novidades da Varanda do Bolo. Foto: Kelly Pelisser

Eu já havia feito um post sobre a Vó Neida Bolos com Afeto, de Caxias do Sul, mas agora a empresa está sob nova direção e com nome novo, Varanda do Bolo, e também algumas novidades no cardápio. O carro-chefe da confeitaria continua sendo os bolos artesanais, aqueles com cara de casa da vó, redondos com um furo no meio, tradicionais. Os sócios proprietários Carla Ferrari da Silveira e Derli Antonio da Silveira inauguraram nessa semana a nova entidade visual da casa. A decoração é a mesma, baseada no branco e no rosa e na fofurice. O quadro com dizeres queridos em giz também está lá ainda. A atenção no atendimento, igualmente.

Decoração segue a mesma (essa semana, com balões, pela inauguração). Foto: Kelly Pelisser

Decoração segue a mesma (essa semana, com balões, pela inauguração). Foto: Kelly Pelisser

O que mudou: agora, tem petit gateau, no cardápio, daquele tradicional mesmo, e um bolo gelado de coco com leite condensado. Outra novidade são os bolos salgados, de palmito e de prosciutto. Mais milk-shakes de chocolate e morango. Já tinha antes, mas eles seguem com alguns dos produtos sem lactose.

Quadro com giz tem dizeres queridos. Foto: Kelly Pelisser

Quadro com giz tem dizeres queridos. Foto: Kelly Pelisser

Uma fatia de bolo custa R$ 6. Já um inteiro sai por entre R$ 26 e R$ 30. Uma fatia de bolo salgado custa R$ 7, mesmo preço do bolo gelado. Os bolos disponíveis variam conforme o dia. Quando fui lá nesta sexta-feira, um bolo chamado Fazenda, com amendoim torrado e paçoquinha, ficou me convidando (ahahaha), mas resolvi provar o petit gateau, como era novidade. Paguei R$ 12 por ele, com o bolo tradicional de chocolate, bem quentinho e com o recheio desmanchando, acompanhado de uma bola de sorvete de creme. Bem gostoso.

Outra novidade é que a casa agora fica aberta até mais tarde do que antes. O horário foi estendido até 20h, de terça a sábado. Ainda melhor para quem quer tomar café com uma fatia de bolo num lugar muito fofo.

 

Varanda do Bolo

Onde: Rua Vereador Mário Pezzi, 662 (entre a Pinheiro Machado e a Julio de Castilhos), em Caxias do Sul (RS)

Horário: de terça a sábado, das 9h às 11h30min, e das 14h às 20h

Mais: site e Facebook